Fusca

Fusca

domingo, 15 de agosto de 2010

LUZ DE RÉ

Um dos acessórios mais úteis para o fusca. O fusca, em boa parte de sua produção, não vinha com luz de ré. Era um acessório muito utilizado nos fuscas dos anos 50 e 60. O fusca alemão passou a ter luz de ré de série a partir de 1967 e, ainda, assim, somente para os modelos destinados ao mercado americano. A partir de 1968, os modelos luxo passaram a incorporar a luz de ré na própria lanterna traseira. No Brasil, a luz de ré foi incorporada na lanterna em 1970 com o lançamento do VW Sedan 1500 (fuscão). Havia uma gama enorme de modelos e fabricantes de luz de ré. Veja alguns modelos e respectivos fabricantes: 

 HELLA, ALEMÃ:
     HELLA NA CAIXA ORIGINAL VW:

BEFOR, NACIONAL, LUZ DE RÉ EMBUTIDA NO BATENTE DE PROTEÇÃO DE PÁRA-CHOQUE (primeira imagem é um anúncio de maio de 1969):

BOSCH, ALEMÃ:


A BOSCH É UMA DAS MAIS ANTIGAS FORNECEDORAS DE PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA A VW. ABAIXO, CATÁLOGOS DA DÉCADA DE 1950:



CATÁLOGOS DE ACESSÓRIOS ORIGINAIS VW DA DÉCADA DE 60 (AMERICANOS):

O FORMATO DA LUZ DE RÉ DO INÍCIO DOS ANOS 50 ERA BEM MAIOR. ABAIXO FAROL DE RÉ FEITO PELA HELLA (PRIMEIRA FOTO É DE 1950):
 

SWF, ALEMÃ:

JOKON, ALEMÃ, ACOPLADO AO NARIZ DE PLACA, SUBSTITUINDO O SOQUETE E A LENTE ORIGINAL:
´

ANÚNCIO DA JOKON DE ABRIL DE 1966:
 

OUTRO MODELO DA JOKON SUBSTITUI TODO O NARIZ DE PLACA ORIGINAL:


GABEL, ALEMÃ, TAMBÉM SUBSTITUI TODO O NARIZ DE PLACA ORIGINAL:

GABEL, ALEMÃ:

WAP, NACIONAL, COM LUZ DE RÉ NA PRÓPRIA LANTERNA, PARA FUSQUINHA:

A FAMOSA JUREMA, NACIONAL, TAMBÉM CONHECIDA COMO JUREMINHA:

A LANTERNA JUREMA ATÉ 1974 ERA BICOLOR. DEPOIS, POR CONTA DA MUDANÇA DA LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO ELA FICOU TODA VERMELHA:

ABAIXO, VARIAÇÕES DA LANTERNA JUREMA. OBSERVE A PARTE INFERIOR DA LANTERNA ONDE FICA A LUZ DE RÉ (PARTE CLARA): NA LANTERNA EM PRIMEIRO PLANO O DESENHO É ARREDONDADO; NA OUTRA É QUADRICULADO:

HAVIA TAMBÉM UM MODELO DA JUREMA COM UMA ESPÉCIE DE OLHO DE GATO NA PARTE CENTRAL DA LANTERNA:

 A LANTERNA POSSUIA O LOGO DA JUREMA:

A LANTERNA JUREMA VINHA COM UM SOQUETE PRÓPRIO, QUE SUBSTITUÍA O ORIGINAL DO FUSCA, JUSTAMENTE POR CONTA DA INTRODUÇÃO DA LUZ DE RÉ NA LENTE:

O CURIOSO É QUE O SOQUETE DA JUREMA UTILIZAVA LÂMPADA TIPO TORPEDO, COM DOIS TERMINAIS. NA ÉPOCA, O CONJUNTO COMPLETO DA JUREMA VINHA EM UMA CAIXA COM AS LENTES, SOQUETES E UM PEQUENO CHICOTE ELÉTRICO:

ANÚNCIO DA JUREMA DE JULHO DE 1973 (O ACESSÓRIO ERA COMERCIALIZADO PELA PAULISTANA EDMORBA):


A LANTERNINHA COM A LUZ DE RÉ EMBUTIDA CONSTA DA EDIÇÃO DE JULHO DE 2009 DA REVISTA HOT VWS, NA COLUNA RAREST OF THE RARE (RAROS DOS RAROS):

MSR, NACIONAL. A LUZ CENTRAL É DE FREIO. DÉCADA DE 70:

ANÚNCIO DE OUTUBRO DE 1972, DA METALÚRGICA MORENO LTDA, QUE TAMBÉM FABRICOU A LUZ DE RÉ PARA A LINHA VW:

BOSCH, PARA FUSCA STANDART (SEM CROMADOS):

SAW, AUSTRÍACA
 

IAM, NACIONAL. A empresa existe até hoje (http://www.iam.com.br/). Reparem no correto suporte da luz de ré. Esses suportes foram feitos pela ROSSI e pela CIBIÊ. No Brasil era comum utilizar a luz de ré instalada sobre os poleiros (foto abaixo). Nos EUA e Alemanha, contudo, a luz de ré era instalada entre a lâmina e o poleiro:

BOSCH, ALEMÃ, DE FORMATO TRIANGULAR (linda e rara):

HASSIA, ALEMÃ:

HELLA, ALEMÃ, COM PROTETOR (DE TAMANHO MENOR QUE A MOSTRADA ACIMA):

LUZ DE RÉ EM FUSCA. MARCA DESCONHECIDA. FOTO DO ENCONTRO EM BAD CAMBERG, 2007:

ANDREAS, ALEMÃ, PARA INSTALAÇÃO NO NARIZ DE PLACA ORIGINAL. SUBSTITUIA O SOQUETE E A LENTE ORIGINAL:

HELLA, ALEMÃ, PARA FUSCA COM PÁRA-CHOQUES QUADRADOS:

HELLA, ALEMÃ, REDONDA:

Adiante, foto de 1959, mostrando a instalação de luz de ré sobre o pára-lama traseiro (convenhamos, exige maior coragem do motorista em furar a lataria ao invés de usar os suportes apropriados nos pára-choques):

ABAIXO, FOTOS DE MAIO DE 1957, DA LUZ DE RÉ INSTALADA EM FUSCA SPLIT E OVAL, RESPECTIVAMENTE:
 

KITS DE INSTALAÇÃO DA LUZ DE RÉ (HELLA, instalação atrás do velocímetro: quando o carro se movimentar para trás a luz acende ou BOSCH: luz de ré acende quando se engatar a marcha ré):
 

6 comentários:

  1. Adoro estas coisas q conta as historias do besourrinho..
    estes acessorios devem ser o delirio dos zé frisinhos.. kk
    eu ja gosato de meter a faca, fazer um carro unico e exclusivo..
    modificar é uma arte incrivel..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa mania de ze frisinho pega.....esse Tonella.....e seus bordoes kkkkk.

      Excluir
  2. Incrivel a variedades de acessorios na epoca uma beleza e sem contar que eram de boa qualidade davam ar de exclusividade e modernidade na epoca!

    ResponderExcluir
  3. De todas a mais harmônica era a Jurema, porém, eu acho que o charme dos Fuscas com lanternas "olho de sapo" é justamente não ter a luz de ré.

    ResponderExcluir