Fusca

Fusca

sábado, 14 de maio de 2011

DÍNAMO DUPLO

O dínamo é um gerador de energia elétrica que serve para manter o sistema elétrico do fusca em funcionamento e recarregar a bateria. A função primeira da bateria é acumular carga para a próxima partida. A partir dos anos 80 o dínamo foi substituído pelo alternador, que tem a mesma função mas gera corrente na mesma voltagem independente da velocidade de rotação. No dínamo era necessário um regulador para manter sempre a mesma tensão.

Vista interna do dínamo e regulador de voltagem do fusca em anúncio de maio de 64, da Bosch. Curioso a empresa indicar as peças de desgaste do dínamo, oferecendo as respectivas peças de reposição, a saber: 1) regulador de voltagem; 2) escovas de carvão e 3) induzido. Para saber sobre as alterações do regulador de voltagem nos fuscas alemães dos anos 50, acesse o link: http://opasgarage.blogspot.com/2010/10/regulador-de-voltagem-1950-1959.html.

Nos anos 50 a Bosch desenvolveu um dínamo duplo para o fusca, visando otimizar o sistema de recarga da bateria de 6v.

 
O dínamo duplo era útil principalmente com grande quantidade de equipamentos e acessórios instalados no besouro, tais como rádios de comunicação, giroflex, telefones, faróis auxiliares, etc.

  
Fuscas utilizados como carros de polícia e bombeiros precisavam ter o dínamo duplo para suportar o consumo excessivo da carga da bateria em razão daqueles equipamentos adicionais.

A idéia era duplicar a capacidade de geração de energia em função dos equipamentos adicionais que consumiam grande quantidade de carga da bateria. Era composto de uma base adicional para colocação do segundo dínamo, além de polia e correia extras.

É um acessório muito difícil de ser encontrado. Na edição anual de julho da revista americana Hot VWs, há uma coluna chamada "Rarest of the Rare", algo como Raro dos Raros, dedicada exclusivamente a partes, peças e acessórios do fusca. Na edição de julho de 1987, aparece duas fotos exclusivas do dinamo duplo feito pela Bosch.

Nenhum comentário:

Postar um comentário