Fusca

Fusca

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

CHEGA MAIS ... VEM CÁ MEU BEM!

 Nos anos 60, ter um fusca era o sonho de consumo da maioria dos brasileiros (e brasileiras também!)

Naquele tempo, o fusca nas mãos de um homem solteiro era uma máquina de sedução, principalmente se estivesse equipado com as bossas da época, que atraim ainda mais a atenção das moçoilas, tais como rodas e calotas esportivas, rádio, vitrola, bancos reclináveis e faróis de milha.

 Obviamente, que só ter um fusca não bastava. Uma boa conversa sempre ajuda, quer fosse para um encontro casual ...

.... e, principalmente, se a intenção fosse mais séria.

Quem da geração dos anos dourados nunca namorou num fusca? Como é comum ouvir "eu aprendi a dirigir num fusca". E a beijar? Como só se aprende a dirigir dirigindo, beijar se aprende beijando. O fusca ajudou a dar a privacidade que muitos casais precisavam. De jovens corações acelerados, quantos beijos foram nele roubados? Quantas carícias nele ofertadas? De quantas promessas  ele foi testemunha? Quantas poesias foram nele decantadas? Quantas confissões que ele sempre guardou em segredo? Quantas lágrimas rolaram por seus bancos? Ah... saudosos anos sessenta!

Não era apenas uma questão de conforto ou de estética. Os bancos reclináveis das Capas Cobacabana ajudavam muito os enamorados daquela época, afinal, além de serem praticamente inteiriços, permitindo que o casal ficasse juntinho um do outro, eram totalmente reclináveis. ajudando muito nos momentos de maior entusiasmo.

 Para quem não queria ou não podia colocar um banco inteiriço (mais caros, exigindo a troca completa dos bancos dianteiros originais), havia uma opção mais barata: um banquinho colocado entre os bancos dianteiros do fusca, em cima da alavanca de freio de mão. Ficou popularmente conhecido como "vem cá meu bem", "banquinho do amor", "banquinho namorador", "chega mais minha nega" ou simplesmente "chega mais".

 Em anúncio de dezembro de 1968, a empresa Capas Sarel, de São Paulo (SP), oferecia, além do banquinho, capas para os bancos do fusca, capas para as laterais de porta e lateral traseira e o indefectível bagagito ou tampão traseiro, colocado para tampar o chiqueirinho do fusca.

O chega mais também foi fabricado por empresas famosas ...

... como a Occhialini Auto Capas (anúncio de setembro de 1960) ...

... as Capas Copacabana ... 

... e a empresa Procar.

 Outra empresa menos conhecida que fabricou o chega mais..

... foi a Autocapas Marathonas Ltda.

 Era um acessório oferecido para ser usado no fusca e no Karmann-Guia, em diversas cores e padronagens, para melhor combinar com o interior desses veículos.

O Chega Mais instalado num fusca 1971, azul pavão, do amigo Maicon de São Bento (SC), que gentilmente cedeu-me a foto. O Chega Mais era simplesmente encaixado entre os bancos, sem qualquer tipo de parafuso. Puxar o freio de mão ficava um pouco mais difícil, mas o benefício de namorar com mais conforto valia a pena ...

O Volkswagen em si já é considerado um símbolo sexual. Com um pouco de romantismo de seu proprietário - e alguns acessórios de época - vira uma máquina do amor. Prova disso é que, em recente pesquisa feita na Inglaterra, o fusca foi considerado o segundo melhor carro para namorar, desbancando carros como Volvo, Ferrari, Golf e Rolls Royce! (acesse: http://www.zap.com.br/revista/carros/ultimas-noticias/fusca-e-eleito-um-dos-melhores-carros-para-namorar-20110120/)

6 comentários:

  1. show a matéria Rudinei! gostei da cor do banco interisso!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela bela matéria, é assim que cada dia somos ainda mais apaixonados pelos vw.
    Abraço.
    Luciano.
    GarageVW.

    ResponderExcluir
  3. Se não fosse por esta excelente matéria,jamais saberia desse utilíssimo acessório!^^

    parabéns!^^

    ONE

    ResponderExcluir
  4. Não me canso de visitar o seu blog, realmente uma parada obrigatória para quem quer conhecer mais a fundo a história do nosso querido besouro.
    Parabéns pelo seu excelente trabalho.
    Luciano.
    VWSP2classico.

    ResponderExcluir
  5. Tuas imagens tão rolando FaceBook a fora quem visita as páginas vai encontrando uma após a outra acho que é copiar e colar.
    Show de bola a postagem.
    Abraço
    Macfuca

    ResponderExcluir
  6. Aliás, dizem que as alças nas laterais do Fusca facilitam o caboclo fazer um "tchu pléc tchu plin nu rai tchu flai" no banco traseiro.

    ResponderExcluir