Fusca

Fusca

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

RADIO PHILIPS ELOMAR RAW4E

A empresa Philips foi fundada em 1891 por Gerard Philips, um primo da mãe do filósofo alemão Karl Marx.

A empresa repousou suas fundações em Eindhoven, na Holanda. Seus primeiros produtos foram lâmpadas; depois passou para a fabricação de rádios, televisões e demais eletrodomésticos e eletrônicos em geral.

No final dos anos 40, a Philips desenvolveu um rádio específico para ser usado no fusca: o rádio Philips modelo Elomar RAW4E, fabricado entre 1948 e 1950. O modelo foi desenvolvido, inicialmente, para uso nos fuscas standart, cujos botões, volante e capas de baquelite do velocímetro eram pretos. Foi um dos primeiros rádios criados especificamente para uso no besouro.

O rádio Elomar era feito na cor preta ou marron escuro, combinando com o modelo standart do fusca. Apesar de na foto aparecer três botões na cor marfim, originalmente, esses botões eram escuros.

´
Rádio Elomar com os botões em baquelite escuro. O rádio recepcionava frequências em amplitude modulada (AM) e dois canais de ondas curtas (OC). A caixa era feita em metal. 

O rádio funcionava tanto na corrente elétrica do fusca, de 6v, quanto em tomada elétrica de 110v ou 220v. Funcionava com 4 (quatro) válvulas e era vendido, na época de seu lançamento, por 680 DM (seiscentos e oitenta marcos alemães).

Observe o dial do rádio.

Detalhe da pequena alavanca seletora da voltagem: 6v, 110v ou 220v.

Tal qual o rádio Becker Monza, o Philips Elomar também podia ser retirado do carro e levado para casa ou para algum pic-nic. O próprio corpo do rádio vinha acoplado com um alto-falante, revestido por um tecido na parte frontal, o que permitia essa portabilidade. Observe o detalhe da alça de couro que ficava instalada sobre o rádio para facilitar seu transporte. Como esse rádio não tem a caixa de força adicional, comum aos rádios valvulados da época, ele é bem pesado (aproximadamente 6,5 kg). Não o pegue apenas pela alça, segure-o com a outra mão pela parte de baixo. Afinal, trata-se de uma preciosidade e o risco da alça se soltar é grande. Afinal, estamos falando de um rádio que, em condições originais, possui peças com mais de 50 (cinquenta) anos!

Vista lateral do Elomar. Os suportes laterais tinham por finalidade fixar o rádio no painel do fusca.

Acima o mesmo rádio da Philips, porém, sem a marca Elomar (apenas Philips), instalado num fusca standart do final dos anos 40.

Acima, outra foto de um fusca split com o rádio Philips instalado.



Acima, um pequeno video com o raro Elomar. Como visto, o botão da esquerda era para sintonizar a estação; o botão central inferior funcionava como liga/desliga/volume; o botão da direita era para selecionar AM/OC. O botão central, que fica na frente do alto falante, funcionava como olho mágico.

Um comentário:

  1. Ainda vai ter gente que vai colocar o nome de "Elomar" num filho (ou numa filha), mas enfim... esteticamente o rádio pode ter um apelo vintage, mas o som é uma caixa de abelhas.

    ResponderExcluir