Fusca

Fusca

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A BANDA VOLKSWAGEN

 Você sabia que a Volkswagen do Brasil tinha uma banda? Não, não é a banda "Pardal e seus Rapazes". Tinha por nome "A Banda Volkswagen". Em meio à força do movimento hippie e da contracultura existente nos anos 60, a Volkswagen montou uma banda, formada exclusivamente por funcionários da empresa, que tocava da música brasileira à música clássica internacional.

 Na pujança do disco vinil, a Banda Volkswagen chegou a lançar, ao menos, dois discos, um long-play e um compacto com músicas natalinas.

 Eis a Banda! Regida pelo Maestro Paul Bernard. Todos uniformizados, com quepe e instrumentos novos, adquiridos pela VW. No paletó azul, o logo da VW. No alto, à direita, uma pequena flâmula da VW. Eram aproximadamente 42 figurantes, todos funcionários da Volkswagen do Brasil. Era um grupo bastante heterogêneo, formado de homens que exerciam, na Volkswagen, as mais diversas funções. Após muita dedicação e ensaios, o grupo finalmente se apresentou na Festa de Natal do ano de 1963. Foi um sucesso, e a Volkswagen resolveu apoiá-los em definitivo. Instrumentos novos, uniformes e um estúdio para ensaios foram fornecidos pela empresa. Com esse estímulo, a Banda cresceu e começou a se apresentar pelos arredores de São Bernardo do Campo e cidades vizinhas. Em São Paulo, deu audições no coreto da Praça da República, concertos no Clube Homs e chegou até a se exigir na extinta Rede Tupi. Após isso, foi convidada pelo Ministério de Educação e Cultura para atuar na então Guanabara (atual Rio de Janeiro), por ocasião da Semana Villa Lobos. O conjunto tocou, então, no Aterro da Glória, na Praça Serzedello Correia e, finalmente, no Teatro Municipal, apresentando músicas de Villa Lobos, em arranjos feitos pelo próprio Paul Bernard, tais como "Canto do Pajé", "Desfile de Heróis", "O Pião" e a marcha solene "Pro-Pax".

A banda apresentando-se no Volkswagen Clube em 1968, em comemoração aos 10 (dez) anos de fundação da entidade.

 Em 1967 a Banda Volkswagen lançou seu primeiro disco de vinil, financiado pela própria Volkswagen. "A Banda Volkswagen toca A Banda", uma referência à música "A Banda", composta e gravada por Chico Buarque de Holanda em 1966 e que fez estrondoso sucesso à época. Esse LP foi distribuído gratuitamente nas concessionárias Volkswagen na época.

 A parte central do disco de vinil possui o logo VW. Músicas do lado A: 1) A Banda; 2) Dr. Shultz-Wenk; 3) Viena Sempre Viena; 4) Rakoczy; 5) O Guarani; 6) Colonel Boogie. Músicas do lado B: 1) Prof. Nordoff; 2) Eterna Saudade; 3) Velhos Camaradas; 4) Quirino da Silva; 5) O Canto do Pajé; 6) Dois corações. No álbum há duas músicas compostas pelo próprio Maestro Paulo Bernard: Professor Nordoff e Dr. Schultz-Wenk, homenagem ao então Presidente da Volkswagen Mundial, Heinz Heinrich Nordoff e ao Presidente da Volkswagen do Brasil na época, Friedrich Schultz-Wenk. Ambos viriam a falecer pouco tempo depois: Nordoff em 1968 e Shultz-Wenk em 1969.

 O Maestro Paul Bernard nasceu na Alemanha, de uma família tradicional de músicos. Iniciou seus estudos musicais em Bernkastel, Alemanha. Posteriormente, efetuou longo estágio na cidade de Koblenz, onde recebeu bolsa de estudos de estudos do governo alemão para o Conservatório Musical de Strasburgo. Lá completou sua formação musical com estudos sobre piano, trompa, contrabaixo, harmonia, contraponto, composição e regência de orquestra. A seguir, ingressou na Banda da Polícia de Düsseldorf como Maestro. Veio para o Brasil a convite do Cônsul brasileiro naquela cidade. Lecionou no Conservatório Musical de Santos, onde o foram buscar os dirigentes da Volkswagen do Brasil, interessados na formação de uma banda sinfônica. De início, foram colocados cartazes no recinto da Fábrica, convocando operários e funcionários, que gostassem de música, para uma conversa com o Maestro.

Assim nasceu A Banda Volkswagen!

 No final de 1967 a Banda Volkswagen lançou um compacto, apenas com músicas natalinas. Esse disco também foi distribuído entre funcionários e na rede Volkswagen.

 O grande logo VW no centro do disco de Vinil. Músicas do lado A: 1) Abertura; 2) Feliz Natal; 3) Os doces sinos de Natal; 4) Oh Tannenbaum; 5) Sinos; 6) Noite Feliz. Músicas do lado B: 1) Introdução; 2) É Natal; 3) Natal Branco; 4) Sinos de Natal; 5) Final. Sempre com o talento do Maestro Paulo Bernard nos arranjos.

Na contra-capa do compacto, uma mensagem de Natal da Volkswagen a seus clientes, funcionários e fornecedores: Feliz Natal e um 1968 com muita saúde, dinheiro, alegria .... e música. Feliz Natal também a todos os leitores deste Blog.

2 comentários: