Fusca

Fusca

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

BUZINA FER

A empresa alemã FER fabricava buzinas duplas para serem adicionadas a qualquer veículo. Essas buzinas chegaram a ser vendidas no Brasil nos anos 60. Acima, anúncio de novembro de 1964.

Possuiam sons grave e agudo e foram feitas para qualquer veículo nacional.

Foram  fabricadas em 6 ou 12v. Acima, buzina FER de 6v, cromada.

A buzina FER podia substituir a buzina original ou como buzinas adicionais, instaladas sob o pára-lama ou, se cromadas, externamente, sobre os pára-choques.
  
Anúncio da Spyder Motores e Equipamentos Automobilísticos Ltda., famosa speed shop paulistana dos anos 60. Além de comando esportivo, rodas cromadas, oferecia para venda as buzinas FER. Em novembro de 1964. A FER fabricou também  buzinas do tipo fanfare. Para sabe mais, clique aqui.

Buzina FER instalada num fusca 1959.

Histórico da empresa:
1868: A empresa "Otto und Söhne OHG Schlothauer" foi fundada na cidade alemã chamada Ruhla.    1907Alfred Schwarz adquiriu a empresa e mudou sua razão social para "Metallwarenfabrik Alfred Schwarz" e vendeu seus produtos sob o nome de "Melas". Seus primeiros produtos foram carboneto e lâmpadas de querosene, buzinas, bulbos, ferramentas para automóveis e bicicletas e limpadores de pára-brisas operados manualmente. 1925: Como a demanda por produtos automotivos elétricos foi crescendo, os produtos Melas estavam sujeitos a melhorias contínuas. 400 funcionários fabricavam piscas e luzes de freio e demais sistemas de sinalização, desembaçador de pára-brisas, botões e sistemas de limpadores do pára-brisa e luzes para bicicletas. 1932: Um milhão de automóveis foram equipados com piscas feitos pela empresa. 1945: Depois de anos de produção de armamento e destruição parcial na II Guerra Mundial, a fábrica Melas foi colocada sob controle soviético após o fim da guerra. A reconstrução foi iniciada e passo a passo, a produção de antes da guerra foi retomada. Tornou-se uma empresa estatal e operada sob o nome de "VEB-Elektrofahrzeugzubehör", no entanto, os produtos ainda eram vendidos sob a marca "Melas". 1949: Devido à criação da República Democrática Alemã (RDA) e a tensão política entre leste e oeste, a Alemanha Oriental foi forçada a estabelecer a sua própria indústria de material automotivo. Já em 1947, o primeiro gerador de automóveis e, em 1948, o motor de arranque foram fabricados em Ruhla. 1958: As empresas "VEB Elektrische Fahrzeugausrüstung Ruhla" (EFR) e "VEB Auto-und Fahrradelektrik Eisenach" (AUFA) fundiram-se e tornou-se "VEB Fahrzeugelektrik Ruhla" (FER). Geradores, motores de arranque, motores e sistemas de limpador do pára-brisa, piscas, faróis lâmpadas, iluminação para bicicletas, interruptores e materiais de manutenção foram produzidos sob a marca "FER". 1968: Devido a novas reformas estruturais da economia da RDA, com o objetivo de concentrar as atividades econômicas de certos setores, fundiram-se diversas empresas do ramo e criou-se a "Kombinat VEB Fahrzeugelektrik Ruhla". Em 1978, a empresa contava com mais de 12.000 funcionários devido à filiação de outras empresas. 1978: Além de outros grupos da Europa Ocidental automotivas, como Seat, Peugeot e Citroen, a Volkswagen também passou a adquirir produtos da FER, tais como faróis, faróis de neblina, lâmpadas, motores de limpador do pára-brisa e luzes de neblina traseiras. 1989: Contratos de fornecimento com a VW e Seat foram assinados em março e setembro. Após a queda do Muro de Berlim, muitas mudanças ocorreram e as empresas e funcionários ficaram receosos com seus futuros. A propriedade estatal foi posta em cheque. 1990Um acordo de cooperação com a Robert Bosch GmbH previa a terceirização das atividades essenciais da FER, tais como faróis, sistemas de motor do limpador, adoção de maiores medidas de eficiência e de investimentos na melhoria da qualidade técnica dos funcionários. Este acordo foi realizado com a criação de uma joint venture. A empresa FER foi transformada em uma GmbH (Companhia de Responsabilidade Limitada) e recebeu um conselho consultivo e de apoio de supervisão.  A empresa existe até os dias de hoje.
 

3 comentários:

  1. Muito lindas!^^

    Será que dava para adaptar em motos da época?

    Pois parece bastante com as buzinas das Harley-Davidson^^

    Abrax^^

    ResponderExcluir
  2. Dava pra adaptar em motos, sim.

    ResponderExcluir
  3. Essas não são as famosas buzinas "cidade-estrada"???

    ResponderExcluir