Fusca

Fusca

domingo, 13 de janeiro de 2013

POLEIROS DE PÁRA-CHOQUES

Todos os fuscas fabricados até abril de 1955 não possuiam os protetores superiores de pára-choques em forma tubular, conhecidos aqui no Brasil como poleiros, uma referência ao local onde as aves repousam (as semelhanças são evidentes). Até então, o pára-choque do fusca eram formado apenas pela lâmina e por dois pequenos batentes de proteção.

A partir de maio de 1955, por causa da exigência da legislação americana, os fuscas modelos exportação passaram a ser equipados com poleiros nos pára-choques. Todavia, os fuscas destinados ao mercado alemão continuaram, até 1967, sem qualquer poleiro, ou seja, pára-choques de lâmina única e batentes menores.

O tubo superior de proteção era uma peça única no pára-dianteiro e, duas, no traseiro (para permitir a abertura da tampa do motor). 

As lâminas dos pára-choques continuaram do mesmo tamanho. O que mudou foi a adição dos poleiros (e respectivos suportes) e a substituição dos batentes, que passaram a ser maiores para permitir que alcançasse e envolvesse o novo tubo de proteção. 

A introdução do poleiro fez com que fosse agregado um suporte adicional ao pára-choque.

Esse suporte, também em forma tubular, tinha em uma das extremidades o logo VW.

Vista explodida do pára-choque até abril de 1955. Também até 1967 para os fuscas destinados ao mercado alemão. 

Vista explodida do pára-choque do fusca exportação a partir de maio de 1955.

A introdução do poleiro aos pára-choques obrigou  VW a elevar a posição da lanterna traseira em 6 (seis) centímetros (ou 60mm ou 2.4 polegadas). Caso contrário, o poleiro perpassaria o meio da lanterna. Mesmo com essa modificação, a parte superior do poleiro "pega" a base da lente da lanterna.

Na época era comum os proprietários colocarem os poleiros nos pára-choques dos fuscas com lâmina única, de modo propiciar maior segurança na hipótese de algum acidente.

Um das maneiras de perceber o nível de originalidade de um fusca é ficar atento às ponteiras dos poleiros. Os fuscas fabricados até meados de 1965 tinham as pontas do poleiros em forma de bico; eram mais pontudas e eram fixadas sobre a lâmina sem a borrachinha de acabamento.

Esses poleiros são conhecidos como "pontudos" ou "bicudos".

Os fuscas fabricados a partir do segundo semestre de 1965 já possuiam a borrachinha de acabamento e o poleiro não era tão pontudo. 

A depender do fabricante, a base do poleiro possuia o logo VW. 

O poleiro de reposição original tinha ainda um selo da VW.

Nos fuscas alemães e nos primeiros nacionais, o parafuso de fixação do poleiro à lâmina do pára-choque era da marca Kamax (ou Dorn, Rasche, Knipping, etc. - ver tópico "parafusos" deste blog).

Outra maneira de ver se o tubo dianteiro é original é observar sua curvatura na parte central. Normalmente, os originais possuem acentuada curvatura, que visava permitir a perfeita abertura da tampa do capuz, porém isso não é regra. O poleiro dianteiro do mercado paralelo é, normalmente, menos curvado. 

A partir do segundo semestre de 1970 os tubos deixaram de integrar os pára-choques do fusca. A VW alterou drasticamente o desenho do pára-choque que voltou a ter lâmina única e perdeu os batentes (garras) de proteção. Todavia, os poleiros e batentes continuaram a ser oferecidos para o novo fusca, desta vez como acessório. 

Hoje em dia, é um acessório cobiçado. Dá um ótimo visual ao besouro, principalmente para os fuscas até fabricados entre 1970-1972.

Anúncio de novembro de 1972.

 Além da empresa Norja, a FEBOAN Indústria de Peças e Acessórios para automóveis Ltda., do Rio de Janeiro, disponibilizou ao mercado os protetores de pára-choque. A FEBOAN fabricou também o mosquiteiro para o fusca (para saber mais clique aqui).

Anúncio de outubro de 1970.

4 comentários:

  1. Adoro o para-choque com poleiros!^^

    O meu 68 tem e pra mim é um sonho!^^

    Abrax^^

    ResponderExcluir
  2. É a característica mais marcante dos anos 60 (embora já existam desde os anos 50). Diria que aqui no brasil, ironicamente, nosso atraso nos presenteou com mais tempo de charme.

    ResponderExcluir
  3. Nos Fuscões, o poleiro fica beeem esquisito.

    ResponderExcluir
  4. Alguém poderia me auxiliar onde encontro puleiros e garras para Fusca ano 70 modelo 1500.

    ResponderExcluir