Fusca

Fusca

domingo, 24 de março de 2013

CAPA DA CHAVE DE SETA

 A partir de agosto de 1959 o Fusca ganhou uma nova chave de seta, juntamente com um novo volante, que passou a ser conhecido como volante cálice. Junto com a nova chave de seta surgiu um mimo, um adorno para enfeitá-la: uma capa cromada.
 
Tinha finalidade meramente estética, dando um ar de sofisticação ao interior do besouro. A capa envolvia a alavanca da chave de seta original. Era fixada por pequenas aletas que eram dobradas para fixá-la. Algumas capas, além das aletas, possuíam um parafuso para auxiliar na fixação.
 
No tempo em cada Fusca era único, dada à diversidade de acessórios disponíveis, a capa da chave de seta era mais um pequeno detalhe da personalização do besouro. Aliás, faço uma aposta: existe Fusca sem nenhum acessório instalado? O desafio está lançado!

Um comentário:

  1. Esse devia ser um dos acessórios dos carros de tiozão da época.

    ResponderExcluir