Fusca

Fusca

domingo, 21 de abril de 2013

SAIA H

 
Painel traseiro no padrão H.

Dá-se o nome de Saia H ao painel traseiro utilizado nos Fuscas fabricados até o modelo 1966 (todos os Fuscas Split, Zwitter, Oval e demais 1200).

A semelhança dos vincos com a letra H fez nascer o apelido.

Trata-se de um nome popular, amplamente conhecido entre os fuscamaníacos, atribuído ao formato dos vincos centrais do painel, que remetem à letra "H".
Vista dianteira dos painéis.

A saia H utilizada até julho de 1955 não tinha qualquer abertura para saída do escapamento do Fusca, ou vez que a única saída do silencioso passava por baixo do painel traseiro. Já a partir de agosto de 1955, a saia passou a contar com a tradicional dupla saída das ponteiras do escape.

Vista traseira dos painéis.

Outra diferença entre as saias desse período diz respeito ao reforço traseiro. Até 1955 a saia não tinha qualquer reforço traseiro. Essa chapa interna passou a equipar o painel somente a partir de agosto daquele ano.

Saia H com orifício: característica típica dos Fuscas dos anos de 1940.

Até 1949/50 o motor do Fusca podia ser acionado por uma manivela (ver mais detalhes aqui), razão pela qual os VW Sedan daquele período tinha no painel traseiro um orifício para introduzir o apetrecho na polia do virabrequim.

Saia lisa de um Fusca 1966 fabricado a partir de outubro daquele ano.

A partir de outubro de 1966, o Fusca perdeu a saia H. Consequentemente, a saia traseira perdeu os vincos e ficou lisa, porém manteve o mesmo fecho da trava da maçaneta da tampa do motor, uma vez que continuou usando o trinco do tipo T.


Saia traseira a partir de 1967.

A partir de 1967, a saia lisa ganhou um novo fecho para fixar a tampa motor tendo em vista a mudança da maçaneta, que passou a contar com botão de pressão.

Um comentário:

  1. Aliás é por essa saia que se sabe se um Fusca até 1966 sofreu uma pancada na traseira.

    ResponderExcluir