Fusca

Fusca

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

CARA DE GATO

O Fusca possuía um emblema VW que era localizado na parte superior do capô do porta-malas, bem ao centro, próximo do pára-brisas. Tinha formato circular com as letras V e W sobrepostas. Os primeiros emblemas eram feitos de alumínio e eram fixados no capô por meio de 3 (três) pequenas aletas. De junho de 1949 até março de 1950 apenas os Fuscas Exportação e os Cabriolets (Fuscas conversíveis) usavam o emblema sobre o capô. O modelo standard fabricado na Alemanha sequer possuía esse emblema.

Acima, emblema utilizado entre junho de 1949 e março de 1950. Repare que as letras V e VW fundem-se numa só, não havendo separação entre elas.

A partir de março de 1950 e até outubro de 1952 o emblema VW continuou sendo feito de alumínio, porém, com uma pequena diferença: entre o V e o W há um pequeno espaço, permitindo uma melhor visualização individual das letras V e W.
 
Acima, perceba o pequeno corte entre as letras V e W. Esse emblema foi utilizado de março de 1950 até outubro de 1952, porém, há relatos de que os primeiros Zwitter continuaram usando esse mesmo emblema.
 
 Com o Zwitter em produção, o emblema do capô deixou de ser inteiriço, passando a ser vazado. Agora, as letras VW e W flutuam na base circular. A peça continuou sendo feita de alumínio, e, além de vazada, ganhou 4 (quatro) aletas para fixá-la no capô (antes eram três aletas).

 Nos Fuscas Split e nos ovais até 55, havia uma chapa triangular na parte interna do capô que funcionava como reforço na fixação do emblema. Também se utilizava guarnições (pequenas borrachas) nas aletas para melhor proteger o capô, além de evitar vibrações indesejáveis no local.

 A tampa do porta-malas passou a ter quatro pequenas entradas para permitir que as aletas do novo emblema perpassassem o capô.

 Acima, detalhe do emblema utilizado entre 1952 até 1960.

A partir do modelo 1960, o sistema de fixação do emblema mudou: agora passou a ter 3 (três) pequenos parafusos fixados em um anel de nylon. As aletas passaram a ter a função de prender o anel de nylon. Nos emblemas originais, esse anel possuía o logo B VW e a numeração da peça.

 A partir de agosto de 1970, com o lançamento do Fusca modelo 1971, a tampa do porta-malas passou a contar com uma pequena elevação circular para melhor posicionar o emblema.

Acima, foto com uma melhor visualização do ressalto no capô. Note que os furos para fixação do emblema não são simétricos.

O emblema VW no capô do porta-malas foi utilizado até junho de 1974. A partir de então, os Fuscas perderam o emblema na tampa dianteira.

O emblema circular da VW voltou a aparecer 19 (dezenove) anos depois, em 1993, com o lançamento do Fusca Itamar, só que desta feita instalado no capô traseiro, entre as aletas de refrigeração do motor.

Na época em que o Fusca possuía o emblema VW na tampa do porta-malas, utilizou-se um acessório que ficou conhecido como cara de gato. Nada mais era que um adorno instalado sob o emblema, com função meramente estética. O formato da peça, lembrando as feições de um gato, deu o nome ao acessório.

Diversos foram os modelos existentes na época: alguns era inteiriços, fixados pelos próprios parafusos do emblema. Outros eram vazados e fixados por rebites. Foram feitos em inox, alumínio ou em zamac (antimônio).

Acima, outro tipo de adorno para o emblema, bem mais simples, consistindo numa peça circular que emoldurava o emblema, feito em zamac.

8 comentários:

  1. Esses acessórios são bons para aqueles que gostam de fazer do Fusca uma mula de cigano hehehehehehehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha gente que usava, tinha quem não usava, de acordo com o gosto individual. Era como hoje, não mudou nada no ser humano. Somente o formato e qualidade dos acessórios.
      Mas lembre-se: Isso tudo aqui é histórico.

      Excluir
  2. Opa, primeiro de tudo agradeço pelo belo trabalho que faz no blog. Mas eu não entendi uma coisa, você disse que esses emblemas eram feitos de aluminio e que tinham a numeração da peça e o B VW nos anéis de nylon. Então, na peça em si (o emblema VW) não vinha nenhuma identificação? E no emblema do capô que vinha a CC, era a mesma coisa? Minha curiosidade em relação a isso vem do fato de ter comprado um fusca 68 que estou restaurando, entre vários problemas, os emblemas vieram com problema, o do capô era um plastico vagabundo e do motor veio quebrado. Eu até pensei que esses emblemas fossem cromados, não tevê nenhum ano do fusca que o emblema fosse cromado ou em ZAMAC?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, como disse, o emblema do capo original é de aluminio (não é cromado ou ou zamac). Apenas o anel de nylon possui o logo vw. O emblema de aluminio não tinha logo vw ou outra identificação.

      Excluir
  3. Obrigado, Opa! Quando disse que seu blog é de grande valia, não é bajulação não, veja o porquê: http://unicom-vw.mercadoshops.com.br/emblema-dianteirocapot-vw-fusca-metal-cromado-orig-vw-61736298xJM

    Ai, o matuto aqui, pensa que está fazendo um grande negócio e compra gato por lebre. Esse anel que você fala eu nunca vi, por isso, não tenho a menor ideia, mas eu sempre achei redundante um emblema com logo VW ter na inscrição o símbolo VW. O máximo que poderia ter era o número de série, mas pelo que você já disse, nem isso. É nos menores detalhes que encontramos os maiores problemas. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, olhando a foro parece ser original, de aluminio. O vendedor deve ter usado o termo "metal" genericamente, em contraposição ao feitos de plástico.

      Excluir
  4. Tudo bem, Opa ?
    Já tem tempo que passeio por sua página, aprendendo, distraindo, apreciando.
    Procurei outra forma de contato, e não achei. É que eu gostaria de acrescentar sua página nos links que eu gosto, na minha página, e necessito de autorização sua. Minha página é: www.waltergjunior.com
    Obrigado,
    Walter.

    ResponderExcluir