Fusca

Fusca

quinta-feira, 24 de abril de 2014

PERUCA DE FUSCA

A extinta empresa carioca MENSANA PLÁSTICOS IND. COM. E REPRESENTAÇÕES LTDA., então localizada na Av. Paranapuan, 23-26, Loja G, Rio de Janeiro, então estado da Guanabara, fabricou um bagageiro de teto exclusivo para o Fusca.

O bagageiro da MENSANA era feito de vinil, com estrutura interna de metal e madeira, com forração de espuma envolta em plástico. 

O bagageiro amoldava-se perfeitamente ao teto do Fusca. Possuía cintas com presilhas metálicas nas extremidades que serviam para fixar o bagageiro no besouro; na parte de trás, no suporte do pára-choque, e, na frente, nas dobradiças de porta.

O curioso desse bagageiro é o nome dado pela empresa: PERUCA DE FUSCA. De fato, o teto do besouro representa a cabeça do veículo, sem cabelos. Careca, portanto. O bagageiro da MENSANA, na função de peruca, vem complementar o visual do vaidoso Sedan, cobrindo-lhe a careca. Afinal, o Fusca não gosta de ser chamado de aeroporto de mosquito, lustroso, zerado, lapidado, pouca telha, cabeça de ovo, tobogã de piolho, entre tantos outros chistes populares.

O bageiro tinha presilhas laterais que fixam a cobertura do bagageiro.

O bagageiro da MENSANA possui a imagem do Fusca em sua etiqueta de identificação. No interior do bagageiro, a MENSANA se preocupou em equipá-lo com uma cama de espuma, evitando assim, que objetos mais pesados ou colocados sem maiores cuidados em seu interior pudessem danificar o teto.

Repare as cintas do bagageiro que acompanham a linha natural do carro. A colocação é simples e rápida.

Fusca flagrado em encontro em São Paulo com o bagageiro MENSANA.

Detalhe da estrutura metálica que dá sustentação ao bagageiro quando montado. O bagageiro pode ser totalmente desmontado, ocupando pouco espaço quando guardado.

 Segundo a empresa, o bagageiro possuía diversas outras funções, não se limitando apenas a ampliar o espaço de bagagem: "encaixa no teto como se fosse uma peruca, armado e colocado em 2 minutos, desmontável em 30 segundos, soluciona a falta de espaço, sem resistência ao avanço, dá maior ventilação ao motor, evitar o calor interno, evita arranhar o carro, nos pic-nics serve como berço do baby, dispensa o uso de malas". De fato, a propaganda é a alma do negócio!

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá Luiz Brás, a peruca não está à venda. Abraços.

      Excluir
  2. Quando eu vi "serve como berço do baby" eu pensei: quem é o louco que vai colocar um bebê em cima do carro e sair andando??? :D :D :D :D

    ResponderExcluir