Fusca

Fusca

segunda-feira, 12 de maio de 2014

NARIZ DE PLACA

A lanterna da placa de licença, como o próprio nome sugere, possui como função iluminar a placa visando uma melhor identificação do veículo à noite ou em períodos noturnos ou de meia-luz. No Brasil, recebeu ao longo dos anos diversos apelidos tais como nariz de placa, narizinho, narigão, nariz de bruxa, nariz de turco, nariz de papa e capela. Vejamos um breve panorama de sua evolução.

 Até o chassi 1-397 022 (outubro de 1952), tinha dupla função: luz de placa e luz de freio. Características: lente plástica curva; utiliza duas lâmpadas de 6 volts, carcaça em zamac (antimônio) com vincos laterais bem definidos. Apelidos: nariz de papa e narigão. 

A partir do chassi nº 1-397 023 (Zwitter, outubro de 1952) até 1 600 439 (último oval), passou a ter a função apenas de luz de placa, uma vez que a luz de freio passou para as lanternas. Características: lente plástica reta, carcaça em zamac, uma única lâmpada de 6 volts. Possui  um discreto vinco central que acompanha o vinco da tampa do motor. É fixado na tampa do motor por duas porcas borboletas. Há literatura que aponta leve diferença no vinco do nariz de placa dos Fuscas até 55 (com vinco) e 56/57 (vinco menos acentuado), porém, são quase imperceptíveis.

A partir do chassi nº 1 600 440 (agosto de de 1957, primeiro Fusca com vigia retangular), novo formato do nariz de placa. Com a alteração da tampa do motor (até julho de 1957 o Fusca usava a tampa W), também mudou o formato do nariz de placa, que ficou mais liso, além de ganhar nova lente e guarnição. A carcaça continuou a ser fabricada em zamac. Esse nariz de placa foi usado até o chassi nº B 4-188 292 (dezembro de 1964). É conhecido no Brasil como narizinho, nariz de bruxa ou nariz de turco. 

A partir do chassi nº B 4-188 293 (dezembro de 1964), o nariz de placa aumentou de tamanho. Em janeiro de 1968 a lâmpada passou de 6 para 12 volts e com 10 watts de potência. Com algumas diferenças na parte interna, esse nariz de placa  foi utilizado até o chassi BP 762 825 (Julho de 1970). 

A partir de agosto de 1970 - chassi BP 762.826 (Fusca 1300) e BS 000101 (Fusca 1500) - a nova linha 71 forçou a alteração do nariz de placa. Com a nova tampa do motor, novo nariz de placa. Esse nariz, externamente, foi utilizado no Fusca até seus últimos dias. Nesse período, houve pequena modificação na parte interna do nariz de placa, em função da adição, à tampa do motor, de reentrância para instalação, em 1984, de termostato que acionava aletas adicionais de refrigeração. Todavia, os Fuscas de 1984 a 1986 nunca ganharam esse termostato, que passou a ser efetivamente utilizado a partir de 1993, com o lançamento do Fusca Itamar. Com isso, a guarnição (borracha) do nariz de placa também foi modificada.

 Diversos foram os fabricantes do nariz de placa. Cita-se, como exemplo, a Hella na Alemanha e Arteb/Hella no Brasil, ...

... Hassia (Alemanha), ....

... Leão (mercado paralelo brasileiro) e ...

... Polimatic (Brasil).

O nariz de placa também não foi poupado pela indústria de acessórios. O mais comum nos anos 60 era a colocação de um friso de adorno ao nariz de placa, para deixar o besouro mais atraente.

Acima, friso utilizado no nariz de placa de um Fusca 1968. Esse nariz de placa também é conhecido no Brasil como capela.

O nariz de placa do Karmann-Guia com o friso para adorná-lo.

Alterações mais drásticas feitas na época implicavam na substituição do nariz original por outro, que, além da iluminar a placa, possuia luz de ré embutida (fabricantes Jokon, Gabel) ...

... ou a eliminação total da lanterna de licença, com a substituição da tampa original  do motor por outra, feita em fibra, com a placa embutida.

3 comentários:

  1. Taí um detalhe do fusca que sempre me fascinou, desde que me entendo por gente e que, cedo ou tarde, o Sr. não deixadia de fora. Incrível, como, até no passado, metiam a "colher de pau" em algo tão charmoso e que dava identidade ao carro. Prabéns por mais este artigo!

    ResponderExcluir
  2. Difícil é achar aqui no Brasil um nariz de placa com luz de ré como esse do post.

    ResponderExcluir