Fusca

Fusca

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

EVOLUÇÃO DO BERÇO DO ESTEPE

1950-1955.

A chapa posterior inferior do alojamento do pneu sobressalente (Peça Nº 113.805.583.1)  também é conhecida como "berço do estepe". Essa chapa evoluiu ao longo dos anos e indica o grau de integridade de um Fusca.


O berço do estepe dos Fuscas alemães fabricados até 1955 possuíam uma lingueta utilizada para fixar a o chicote elétrico que passava pelo local. Essa lingueta era parte integrante da própria chapa e, quando dobrada sobre o chicote, um generoso orifício ficava à mostra. 

1956-1957.

Como essa abertura permitia a entrada de poeira, sujeita e água, a partir do modelo 1956, essas linguetas passaram a ser soldadas na parte interna do berço do estepe, fazendo com que esses orifícios fossem eliminados. 

1958-1959. 

A partir do modelo 1958, o berço do estepe passou a contar com um ressalto para acomodar a roda sobressalente. Com isso, os dois furos para escoamento da água passaram a ser localizados, cada qual, ao lado do ressalto (até 57 esse ressalto não existia e os buracos do esgoto da água ficavam no meio do berço, um em cima do outro).

1960 em diante.

A partir do modelo 1960, as linguetas de fixação do chicote foram eliminadas, uma vez que o chicote não mais passava pelo berço. 

2 comentários:

  1. Parabéns...como sempre matérias incríveis.....
    ATT:
    Luis Carlos
    luis75black@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Realmente essa foi uma evolução importante no Fusca, pois por mais que esse chicote elétrico viesse isolado, água e eletricidade são duas coisas que não combinam.

    ResponderExcluir