Fusca

Fusca

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

1300

O lançamento do Fusca 1300, em Janeiro de 1967, veio acompanhado de uma grande campanha publicitária por parte da VW do Brasil. Para representar o ganho de 10 (dez) cavalos a mais na potência do motor, a VW usou a figura de um Tigre, que ficava "escondido" embaixo do capô do motor. Na apresentação do modelo aos jornalistas, ocorrido em janeiro daquele ano, a VW chegou a pintar alguns Fuscas de amarelo e preto, simbolizando as cores do Tigre, "O motor tem mais grrrrrrrrrrrr", dizia um dos anúncios da VW. Em verdade, o Tigre foi usado como imagem promocional de todos os novos motores lançados pela VW em 1967: 1300 para o Fusca e 1500 para a Kombi e Karmann-Guia.

Na época, o salão de vendas das revendas foi todo enfeitado com símbolos alusivos ao lançamento do Fusca 1300, como, por exemplo, pegadas do Tigre coladas no chão, que conduziam o cliente da entrada da concessionária até a traseira do novo Fusca. Ao chegar próximo do besouro, o cliente podia até levar um susto! Isso porque o rabo que saía da tampa do motor se mexia! Havia um pequeno motor elétrico escondido sob o capô que fazia com que o rabo do Tigre balançasse de um lado para outro, nervosamente. "Grrrrrrrrrrrrrrr!". Vai encarar o novo 1300?

Em comparação com o 1200, o motor de 1300 cilindradas (exatos 1.285cm3) representou um aumento de quase 30% na potência (de 36 para 46 cv) e 20% a mais no torque que passou a 9,1 mKg (SAE) a 2.600 rpm. Também o número de aletas da ventoinha aumentou de 16 para 28, melhorando a refrigeração do motor.  Com o novo motor, foi introduzido novo silencioso e novo sistema de ar quente (novas muflas e mangueiras). O primeiro Fusca 1300 tinha o chassi nº B7-336.101 e motor nº BF-10016. Essa configuração do besouro perdurou até 1983. O ano de 1984 representou o fim do motor 1300 no Fusca. O código BF do motor 1300 foi utilizado entre janeiro de 1967 a dezembro de 1975. A partir de então, o motor 1300 passou a ter as iniciais BJ.

A partir de janeiro de 1967, com o início de produção do Fusca com motor de 1300 cc (46cv), à tampa do motor do Fusca foi adicionada o emblema "1300", indicando as cilindradas do novo motor. O letreiro "1300" foi usado no Fusca entre janeiro de 1967, chassi B 7-336.101, a  outubro de 1974, chassi BJ 106.599.

Com o lançamento do Fusca 1300, surgiram alguns acessórios específicos para o modelo, tais como botões do painel, calotas, soleiras para proteção da caixa de ar, manoplas, dentre outros.

As manoplas de câmbio próprias para o 1300 eram feitas em resina e tinham o emblema "1300" em primeiro plano, e, ao fundo, uma bandeira quadriculada. Disponíveis nas cores preta ou marfim. 


Sport, velocidade, arrojo, liberdade. O talhe da manopla tenta estimular a imaginação do homem a bordo de um Fusca 1300.

A empresa paulistana POLICRISTAL não perdeu tempo: seus conjunto de botões para o painel e respectiva manopla de câmbio, fabricados em poliéster, ganharam a imagem do Tigre, em homenagem aos novos motores da Volkswagen.

Acima, painel de um Fusca 68 com os botões Tigre da POLICRISTAL (foto e fusca de Edson Joly, de Curitiba, a quem agradeço a foto).

Conjunto de botões e manopla, modelo Tigre, feitos pela POLICRISTAL.

 Calota com a figura do Tigre ao centro.

Própria para o novo Fusca 1300.

Calota 1300 Sport.

Soleira Super 1300.

Esses acessórios foram feitos por um período bem curto, perdurando, aproximadamente, até pouco depois do lançamento do Fuscão em 1970 (já como modelo 71 e com motor de 1500cm3). A novidade passou e a fabricação de acessórios específicos para o 1300 acabou  sendo descontinuada. Restou pouca coisa desse período, por isso, esses acessórios são relativamente difíceis de encontrar, principalmente em bom estado. Se você tem algo dessa época, preserve!

3 comentários:

  1. Procuro para comprar a manopla de câmbio e um botão do painel na cor vermelho, idênticos ao que consta no post. Os demais possuo, caso alguém disponha, gentileza entrar em contato pelo endereço de e-mail: andersonrleal@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Mas também, do jeito que o Fusca com motor 1200 era manco, um 1300 perto dele era esportivo mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho 1 conjunto de botões tigre, completos, em meu 1967

    ResponderExcluir