Fusca

Fusca

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

SWAMP COOLER

Entre os anos 30 a 60, para amenizar o calor do dia-a-dia, o americano utilizava em seus veículos um curioso equipamento: o Swamp Cooler. O que é isso? Como funciona?

Literalmente e mal traduzindo, "Swamp Cooler" significa resfriador do pântano, uma alusão ao clima mais fresco típico das regiões pantanosas dos EUA. O Swamp Cooler nada mais é do que um equipamento que refresca o interior do veículo pelo processo de evaporação da água. Não é um ar condicionado, mas possui função análoga, qual seja, de diminuir a temperatura no interior do automóvel, propiciando maior conforto aos seus ocupantes.

O Swamp Cooler,  feito de metal, eram modelos universais, ou seja, serviam em qualquer veículo. No Fusca fica particularmente charmoso. É um acessório muito antigo, tendo sido largamente utilizado entre os anos de 1930 a 1960. Quanto menor a umidade do ar, melhor o Swamp Cooler funciona. Por causa do ar mais seco nas regiões desérticas dos EUA, era bastante popular na Califórnia, Arizona, Texas, Novo México e Nevada. 

Havia diversos modelos disponíveis na época, sendo o mais famoso o modelo THERMADOR, fabricado pela empresa THERMADOR ELECTRICAL MFG CO. de Los Angeles, Califórnia. Outros fabricantes foram a CORONADO MFG CO., de Long Beach, Califórnia, FRANK D. DAVISON INC. (modelo CASCADE), de Los Angeles, Califórnia, a FIRESTONE, a SEARS ROEBUCK (modelo ALLSTATE), KOOLAIR, LINDY'S CAR COOLER e STAR MFG.

Acima, panfleto de instalação do Swamp Cooler, que era, basicamente encaixado na moldura, canaletas e vidro da porta. O equipamento é sempre instalado no lado do passageiro. Sua colocação e retirada era relativamente simples e rápida. Obviamente, exigia algumas precauções, como por exemplo, um cuidado (delicadeza) maior ao abrir e fechar a porta do veículo e ao manejar o equipamento por meio da corda que gira o cilindro interno.

O Swamp Cooler possui um compartimento onde a água gelada é depositada, com capacidade de 3,8 litros em média. Essa quantidade de água propiciava ar fresco em percurso de 160 a 240 quilômetros, aproximadamente. 

No interior do Swamp Cooler há um cilindro (rolete) com uma manta (elemento umidificador ou fardo) submersa à metade. Uma vez submerso o fardo, uma corda é puxada com a frequência necessária para manter a metade não submersa úmida. O ar quente passa através desse fardo molhado provocando a evaporação rápida da água (processo de condensação) e vai para o interior do veículo com uma temperatura menor que a temperatura ambiente. Obviamente, que esse sistema de resfriamento só funciona eficazmente com o veículo em movimento, quando então o ar  passa pelo equipamento com maior intensidade.

Acima, pode-se perceber o cilindro com elemento umidificador que fica no interior do Swamp Cooler. É uma espécie de fibra vegetal envolta em uma tela metálica. Como dito, apenas a metade desse cilindro fica debaixo da água; a outra metade é que terá contato com o ar, que ao passar pelo interior do Swamp Cooler, irá causar a evaporação da água e a diminuição da temperatura no interior do veículo. A corda é utilizada para fazer girar esse cilindro, fazendo com que a metade não coberta pela água fique molhado. Há uma mola interna de retorno que faz com que o cilindro volte à posição inicial após o cordão ser acionado. Essa corda deve ser puxada vagarosamente de modo a não deslocar o corpo do resfriador. Também recomenda-se que a corda seja puxada somente quando o ar começasse a ficar quente, uma vez que o acionamento excessivo do barbante faz com que o cilindro fique demasiadamente encharcado, fazendo com que respingos de água entrem no interior do automóvel.

O tubo coletor do ar possuía uma pequena grade metálica que evitava que insetos, folhas ou qualquer outro intruso indesejável entrassem no interior do compartimento.

Com a popularização do ar condicionado, seu uso entrou em declínio. De qualquer forma, é ainda um acessório bastante cobiçado, dando um toque especial ao Fusca.

15 comentários:

  1. Respostas
    1. oi Marcelo, é dificil de achar um aqui no Brasil. Os que estão aqui foram importados. Talvez o mais viável fosse comprar um nos EUA e trazer pro Brasil, mas se prepare, pois variam de U$ 300 a U$ 1.000,00, a depender do estado.

      Excluir
  2. Olá amigos,desculpa utilizar o espaço para divulgar o meu produto,más observei que há muita dificuldade em encontra-lo em S.Paulo.
    Diante desta dificuldade venho informar a quem possa interessar que já existe sim para comprar mediante encomenda copia em fibra de vidro fiel ao original.
    Mais informações pelo fone:011 5920-8634 após às 19:hs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Também tenho interesse. QUal o contato?

      Excluir
    3. olá, esse blog não é de venda de peças e acessórios, apenas objetiva reviver o que se produzia na época para equipar o Fusca.

      Excluir
  3. Interessante Opas... sempre quis saber como esse equipamento funcionava, valeu!!!!

    ResponderExcluir
  4. Legal! Já conhecia. Eu mostro isso todo semestre, em um slide da minha disciplina "Instalações Termomecânicas 1" (Refrigeração), no Capitulo Introdução. Trata-se de uma disciplina do curso de graduação em engenharia mecânica na UnB (Universidade de Brasília).

    Trata-se de um processo de "Resfriamento Evaporativo" o qual, como bem colocado pelo texto, funciona melhor em climas com baixa umidade relativa do ar. Me permita um esclarecimento: a água não precisa ser gelada e o processo não envolve condensação.

    Em nosso laboratório na UnB já efetuamos vários trabalhos nessa linha inclusive usando fibras naturais e garrafas PET reciclados. Ficamos a disposição para qualquer contato.

    www.facebook.com/UnB.LaAR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou passando a incluir um link para esta página no slide sobre o assunto em meu curso :-)

      Excluir