Fusca

Fusca

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

CARTEIRA DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Para bem construir o Fusca ...

Para vendê-lo com conhecimento de causa ...

Para não titubear na hora de oferecer ao cliente peças e acessórios ...

Para manter os veículos em boa forma ...

... a Volkswagen sempre investiu na formação e treinamento de seus próprios funcionários e de seus revendedores autorizados. Afinal, a excelência de uma marca está ligada diretamente à excelência de seus colaboradores. Em verdade, a VW do Brasil foi a primeira montadora a construir seus próprios centros de treinamento, mantendo atualmente, na cidade de São Paulo, o maior centro de treinamento exclusivo da marca na América Latina.

Ambiente de treinamento na antiga SABRICO, a primeira concessionária VW no Brasil.

Para registrar cada um desses treinamentos oferecidos para os integrantes da organização VW, foi criada em 1967, durante a presidência de Schultz-Wenk, a Carteira de Formação Profissional.

Muito parecida com uma carteira de trabalho ou de um passaporte, porém o documento só tinha valor interno.

Nas primeiras páginas uma mensagem do presidente: "Vivemos numa época de rápida evolução de todos os setores da Ciência e da Técnica. Somente aqueles que se dispõe ao trabalho contínuo de aperfeiçoar seus conhecimentos estará em condições de acompanhá-la. A Volkswagen do Brasil, como as demais integrantes da Organização Volkswagen, oferece essa oportunidade a cada um de seus membros através de seus vários centros de treinamento. Cabe a você aproveitá-la, pois só o verdadeiramente capaz alcançará o sucesso". Desafio lançado.

Além de registrar o currículo profissional (data, cargo e firma), a carteira prestava-se a tomar nota de todos  os treinamentos realizados pelo colaborador.

Percebe-se que os treinamentos acompanham a própria evolução dos veículos VW na época, como por exemplo o curso de "Câmbio completamente sincronizado)", inovação ocorrida em março de 1961 ou o treinamento de "Especialização VW 1600" necessário em face do lançamento do Zé do Caixão ocorrido no final de 1968. 

Outros cursos oferecidos eram "Reparos Leves em Geral", "Motores", "Mecânica Adiantada e Eletricidade", "Chefe de Oficina", "Básico de Peças", dentre centenas de outros treinamentos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário