Fusca

Fusca

quarta-feira, 27 de abril de 2016

PRODA


PRODA Produtos Automobilísticos Ltda, foi uma empresa brasileira fundada em 1969 estabelecida no ramo de comércio de acessórios automotivos. PRODA é o acrônimo formado pelas iniciais do nome Produtos Automobilísticos. O diretor da empresa era o Sr. Olinto Paulino da Costa.

 Anúncio de setembro de 1984.

A PRODA possuiu lojas na Rua Albion, 241, Lapa, São Paulo (SP), Av. Santo Amaro, 7018, São Paulo (SP), Rua Dr. Zuquim, 1244, Santana, São Paulo (SP). Matriz na Rua Carlos Vicari, 272, Água Branca, São Paulo (SP). Posteriormente, mudou sua sede para Rua Clélia, 202, 1º andar, Lapa, São Paulo (SP).

Farol de neblina da marca PRODA.

Vendia antenas elétricas, faróis originais para veículo de diversas marcas, rádios, toca-fitas, alto-falantes, equalizadores, brake light, buzinas, alarmes, lanternas de punho, tapetes, ferramentas automotivas, tweeters, calotas, conversores de 110/220 volts para 12 volts, lâmpadas e e faróis auxiliares da própria marca, da Cibié, Rossi e Arteb, além de serviços de regulagem de faróis e check-up na instalação elétrica do veículo. 

Os faróis PRODA eram feitos com carcaça em ferro cromado ou em aço inox.

Trabalhava com produtos de alta qualidade. Além da Cibié, Rossi e Arteb, comercializava produtos da Philips, Truffi, Olimpus, Urba, Berghson, Bosch, Columbia, Tok, Fiamm, Tec Line,  Motorádio, Le Son, Tojo, Bravox, Novik, dentre outras marcas de renome.

Detalhe da marca PRODA na lente do farol auxiliar.

A maioria das pessoas conhece os faróis auxiliares feitos pela Cibié, Gordon, Rossi, Arteb e Dinafloy-Carello, Porém, faróis auxiliares da marca PRODA são raros e quase desconhecidos, o que os torna bastante colecionáveis.

 Farol de longo alcance da marca PRODA.

Observe a marca da empresa insculpida na lente do farol.

A PRODA homenageando a CIBIÉ pelos seus 30 anos de Brasil (1990).

Infelizmente, nos anos 2000 a PRODA fechou suas portas e não mais se encontra ativa.

Um comentário:

  1. E até que com o advento da abertura das importações no início dos anos 90, a empresa conseguiu sobreviver por bastante tempo depois disso até, mas as sucessivas crises com as quais o Brasil lida desde que me entendo por gente são "prodas". :D :D :D :D

    ResponderExcluir