Fusca

Fusca

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

ETIQUETA DE CONTROLE DE REVISÕES E LUBRIFICAÇÕES


Em maio de 1969 a Volkswagen do Brasil introduziu uma etiqueta gomada para ser fixada na coluna A dos veículos por ela produzidos na época (Fusca, Kombi, Karmann-Guia, Zé do Caixão, Variant), visando um maior controle das quilometragens para permitir que se fizesse as lubrificações com o critério recomendado no Livrete de Serviços Técnicos.

 Etiqueta de controle da concessionária Hirai.

As concessionárias eram orientadas a mandar confeccionar essas etiquetas no padrão determinado pela VW e que podia ser solicitado diretamente a dois fabricantes por ela indicados: Comércio e Indústria de Fitas Colantes Fit-Color Ltda e Etiquetas e Fitas Novelprint Ltda, ambas sediada em São Paulo (SP).

 Etiqueta da concessionária Cautol.

As etiquetas era confeccionadas em papel auto-colante com sua face aderente protegida por papel silicone. Esses adesivos eram resistentes a ambientes com altas e baixas temperaturas e ao ar circulante e saturado de vapor de água. Com algumas variações, essas etiquetas foram usadas pelas concessionárias até a década de 1980.

 Etiqueta gomada em um Fusca 1969.

As etiquetas eram trocadas a cada revisão e, normalmente, preenchidas a mão. Todavia, alguns concessionários preenchiam a etiqueta com máquina de datilografia.

 Etiqueta gomada em um Fusca 1982 da antiga concessionária Filipe (Corujão), de Curitiba (PR).

Adesivo da concessionária Reauto, de Belo Horizonte (MG).

Resquícios de uso da etiqueta em um Fusca 1974.

 Variação da etiqueta, com patrocínio da Castrol.

Um comentário: