Fusca

Fusca

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

CALHA DE VENTO E CHUVA

Calha de chuva e vento: maior conforto ao motorista e passageiros.

A calha de chuva, acessório bastante comum desde a década de 1950,  tem a função de evitar a entrada de chuva no interior do veículo, permitindo que os vidros permaneçam semi-abertos, o que faz melhorar a ventilação interna,  minimizando o embaçamento dos vidros.

Catálogo de acessórios australiano.

Todavia, havia um outro modelo de calha que, além de impedir o ingresso da água da chuva ao interior do automóvel, evitava, também, a entrada de vento, o que podia ser de todo desconfortável, principalmente no inverno, quando a opção fosse manter os vidros laterais totalmente abertos.

A calha de chuva e vento era um acessório comum na Austrália.

Enquanto a calha de chuva é instalada somente na parte superior do quadro da porta do Fusca, a calha de chuva e vento é fixada também no pilar do quebra vento. Mais avantajada que a calha de chuva tradicional, a calha de chuva e vento era feita somente em acrílico, material que mantem a transparência necessária para não prejudicar a visão lateral do motorista e, ao mesmo tempo, possibilita sua fabricação com design mais arrojado que o aço inox ou alumínio, por exemplo. 

A calha de chuva e vento era um acessórios oficial da VW na Austrália.

Apesar de ser mais comum de ser visto em Fuscas montados na Austrália - tanto que figurava em catálogos oficiais da VW naquele país - esse tipo de calha foi fabricada também nos EUA e Brasil.

Calha instalada em um Fusca.
 
Calha de chuva e vento feita no Brasil.

A calha de chuva e vento fabricada no Brasil não era tão larga quanto as calhas australianas; mais discretas, tinham, contudo, a mesma função.
 

Instalada em um Fusca  nacional do ano de 1969.

A calha evitava a entrada frontal de chuva e vento.

Um comentário:

  1. Essa calha de chuva e vento australiana larga "não ia virar" aqui em São Paulo por causa dos moto boys que iam destruí-las no chute em "dois palitos", essa verde brasileira mais estreita é mais adequada a "nossa" realidade.

    ResponderExcluir