Fusca

Fusca

sexta-feira, 10 de março de 2017

SÉRIE LOVE: 25 ANOS AMANDO O FUSCA


Série Love: designação popular dada ao Fusca Série Especial lançado em 1984 para comemorar os 25 anos de produção do besouro no Brasil (1959-1984). Slogan da VW na época: “Fusca: 25 anos dando certo”. Possuía a carroceria pintada na cor azul copa metálico, além de acabamento exclusivo, tanto interna como externamente. Estima-se que tenham sido produzidas 2.500 unidades do modelo. Principais características: 1) Bancos dianteiros totalmente reclináveis; 2) Desembaçador do vidro traseiro acionado por meio de um botão localizado no painel; 3) Bancos em tecido trilobal cinza, com regulagem milimétrica do encosto; 4) Apoio de cabeça em tecido trilobal; 5) Revestimentos das portas e laterais traseiras em tecido trilobal cinza; 6) Assoalho em carpete; 7) Volante espumado; 8) Cobertura do painel em ABS; 9) Frisos nos revestimentos das portas; 10) Acendedor de cigarros; 11) Pára-choques na cor do veículo com protetor de borracha; 12) Adesivo “Eu Amo Fusca” nas laterais traseiras próximos aos pára-lamas e no vidro traseiro; 13) Frisos nos estribos; 14) Aros de roda de 14’ com pneus 5.90”x14”; 15) Tampa do bocal de combustível com chave; 16) Janelas laterais traseiras basculantes; 17) Cinto de 3 (três) pontas; 18) Ar quente; 19) Motor de 1600 cc, movido a álcool, com 65 cv e carburação dupla; 20) Freios a disco na dianteira; 21) Tampa do tanque de combustível com chave; 22) Manual do proprietário exclusivo com a inscrição “Fusca Especial” na capa; 23) Relógio de horas no painel; 23) exclusiva cor Azul Copa, metálica.



Características Técnicas Fusca 1.6 Série Especial:

Versão: Única, álcool
Motor: Motor de posição traseiras com 4 cilindros opostos 2 a 2 horizontalmente. Refrigerado a ar por ventoinha. Sistema Elétrica de 12V, com alternador de 35A. Bateria de 42 Ah e ignição eletrônica.
Cilindrada: 1,6 litro (1.584 cm3)
Potência Máxima: 57 CV a 4.200 rpm
Torque Máximo: 11,8 kgfm a 2.600 rpm
Taxa de Compressão: 11,0:1 Carburação dupla com sistema de preaquecimento da mistura. Afogador automático.
Partida: Sistema de partida a frio automatizado.
Velocidade Máxima: 137 km/h
Aceleração: 0 a 80 km/h em 10,1 s; 0 a 100 km/h em 16,0 s. Ponto ideal de troca de marcha num dirigir mais econômico: 2a. marcha a 20 km/h; 3a. marcha a 35 km/h e 4a. marcha a 50 km/h.
Transmissão: Tração traseira por meio de um agregado propulsor, composto de embreagem monodisco a seco, caixa de transmissão de 4 marchas sincronizada com sistema "life-time", diferencial e semi-árvores oscilantes.
Suspensão: Suspensão dianteira independente, articulada, 2 barras de torção transversais (feixes) amortecedores telescópicos de dupla ação e estabilizador. Suspensão traseira independente do tipo oscilante com braços longitudinais, 2 barras de torção transversais (cilíndricas), amortecedores telescópicos de dupla ação e barra compensadora.
Direção: Sistema de direção à base de roletes no eixo do setor, com amortecedor hidráulico e coluna de segurança. 
Freios: Acionados hidraulicamente nas 4 rodas com circuito duplo em paralelo. Dianteiro a disco, traseiro a tambor. Freio de estacionamento mecânico com ação sobre as rodas traseiras.
Rodas e Pneus: Rodas estampadas em aço, com disco perfurado; aro 1 1/2 J x 14H. Pneus: 5,60 x 14.
Dimensões (mm): Comprimento 4.050; largura 1.540; altura 1.500; distância entre eixos 2.400; bitola dianteira 1.316; bitola traseira: 1.355;. altura livre do solo com carga máxima 152
Pesos (kg): Peso líquido: 800. Carga Útil: 380.
Abastecimento: Tanque de Combustível: 41 litros.
Capacidade Volumétrica (litros): Porta-malas dianteiro: 124. Porta-malas traseiro: 93 (até parte inferior do vidro traseiro) e 153 (até o teto). Encosto reclinado: 291 (até a parte inferior do vidro traseiro) e 633 (até o teto).


Outras novidades para a linha 1984, porém, comuns a  todos os modelos: novo motor 1.6 a álcool ou gasolina (tork a partir de janeiro de 1984), freio a disco nas rodas dianteiras e novo freio traseiro, cinto de segurança de três pontos, ignição eletrônica que melhorava a eficiência do motor, nova tampa do motor aletada.



Na época, para celebrar a ocasião, a VW do Brasil promoveu o "Grande Concurso Fusca 25 Anos", premiando com 2 (dois) Fuscas e 20 livros de arte as dez melhores histórias sobre o tema "Eu e o Fusca". Os prêmios consistiam em um Fusca 84 1.6, Série Especial (Série Love) para o primeiro colocado e um Fusca 84, 1.6, série normal, para o segundo colocado e os Livros de arte "A Cor na Arte Brasileira" e "Mestres do Desenho Brasileiro", para os dez primeiros colocados. Os concorrentes deveriam utilizar um formulário próprio disponível nas concessionárias ou 20 linhas datilografadas em papel ofício. A apresentação dos trabalhos foi de fevereiro a julho de 1984.

Uma comissão julgadora composta pelo Sr. Paulo J. Dutra de Castro, Diretor Adjunto de Relações Públicas da VW do Brasil, Sr. Cláudio Carsughi, Editor Técnico da Revista Quatro Rodas e pelo Sr. Emerich, Vice-Presidente da Alcântara Machado Comunicações Ltda. ficou encarregada de selecionador as melhores histórias.

A VW, ao divulgar o certame, incentivava a participação do público: "Há histórias de emoção. Há momentos heroicos. Há cenas de ternura. Há casos em que o Fusca só faltou falar. Há quem considere o Fusca uma pessoa da família. Há cenas engraçadíssimas. Há passagens românticas. Há quem nasceu dentro do Fusca. Há quem não troca o Fusca por nada neste mundo. Há quem lembre do primeiro desenho que fez: um Fusca. Há quem sempre conte a história do seu primeiro Fusca. E há a sua história".

Participaram do concurso mais de 4.000 (quatro mil) pessoas que escreveram contando as mais diversas histórias vividas com o Fusca. Em outubro de 1984 foram divulgados como vencedores do concurso os senhores Luiz Colet Lacerda, de São Paulo (SP) em primeiro lugar e José Alberto Mascarenhas Rocha, de Brasília (DF), em segundo lugar. O primeiro ganhou um Fusca Série Love. O segundo, um Fusca 1984 normal. Os demais vencedores (do 3º ao 10º lugar) ganharam os livros de arte citados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário