Fusca

Fusca

terça-feira, 29 de maio de 2018

TRAILERS E REBOQUES

 Acampar propicia maior contato com a natureza.

O hábito de acampar, tão difundido na Europa e EUA onde há milhares de adeptos à cultura da vida ao ar livre, teve seu auge no Brasil nas décadas de 60 a 80.

Trailer sendo rebocado por um Fusca oval.

A depender do espírito de aventura, da disponibilidade financeira e do tamanho da família, podia-se desfrutar dos prazeres do campo ou da praia utilizando-se de uma simples barraca a equipamentos mais confortáveis e práticos, como uma carreta-barraca, um trailer ou, até mesmo, um motorhome.


Considerando que o Fusca naquela época era um dos carros mais populares na Alemanha e hors concours  no Brasil, muitos equipamentos para camping foram desenvolvidos para adaptarem-se ao besouro.

Reboque Westfalia-Anhänger: popular na Alemanha.

Westfalia: equipando o Fusca desde o início da década de 1950.

Na Alemanha, os reboques e trailers mais famosos eram feitos pela Westfalia-Anhänger, cujos produtos, desde a década de 1950, faziam um belo conjunto com o Fusca. Os modelos de reboques Westfalia tinham nomes de cidades da Alemanha, tais como Wolfsburg, Frankfurt, Leipzig, Koblenz, Mainz, Oberland, Köln, Bremen, Weimar, Stuttgart, etc. Outros fabricantes alemães eram a Stolz Fahrzeugfabrik, de Berlim, Auto-Porter, H.Austermann (produtos da marca Knospe) e Ernst Hahn Fahrzeugbau, de Stuttgart.

Westfalia: perfeito para o Fusca.

Carreta do tipo mono-roda em um Fusca 1956, fabricado pela empresa Stolz.

Outro modelo de reboque mono-roda.

Alguns modelos mono-roda eram articuláveis, permitindo serem dobrados sobre a carroceria quando não em uso.

Reboques da alemã Auto-Porter.

Ernst Hahn: reboque para Fusca semelhante à Westfalia.

No Brasil, a empresa paulistana Camping Ind. e Com. de Barracas Ltda, lançou em 1967 uma barraca portátil que era instalada sobre o teto do Fusca. Acomodando um casal e uma criança, a barraca era acessada por uma escada lateral. Sua grande vantagem era a rapidez em sua montagem, aliado ao fato de seus ocupantes ficarem livres de umidade, areia e insetos, dada sua posição elevada em relação ao solo.

Anúncio de 1967.

Ainda nos anos 60, surge a Turiscar, a primeira fábrica de trailers do Brasil. Desenvolveu o modelo Turiscar Caravana, que, graças a seu pouco peso, era ideal para ser rebocado pelo Fusca, na época ainda com motor de 1200 cc.

Anúncio de junho de 1966.

Anúncio de junho de 1969.

Anúncio de setembro de 1970.


Trailer Turiscar sendo "puxado" por uma VW Variant.

Nos anúncios de época, a Turiscar referia-se ao seu trailer como um hotel sobre rodas. De fato, tinha uma cama de casal, dois beliches, mesa, armários embutidos, geladeira, fogão e pia com água corrente, acomodando com conforto 4 (quatro) pessoas. Em São Paulo, os trailers da Turiscar eram vendidos com exclusividade pela Bruno Tress S/A, autorizada da VW. Em anúncio da Bruno Tress, de junho de 1966, o trailer Caravana é rebocado por um Fusca.

Anúncio de outubro de 1966.


Fuscão rebocando um trailer.

Outras empresas surgiram oferecendo de trailers a pequenos reboques para o transporte de cargas menores: LIDINAL, FREDOTTO (trailer), PUMA (reboque), ZELOSO (Rebo-Car), LARA CAMPOS (Samboque), IMCOP (carreta mono-roda). 

Anúncio de abril de 1964.

Anúncio de setembro de 1964.

Anúncio de abril de 1965.

Anúncio de junho de 1971.

Na década seguinte multiplicam-se os campings. Junto vieram as associações de campismo. Produtos cada vez mais modernos, leves e retráteis surgiram no mercado para atender a um número cada vez maior de adeptos à prática de acampar.

Carretas Fapinha e Karmann.

As carretas tornaram-se bastante populares. Havia diversos modelos disponíveis, tais como os modelos feitos pela CAMPING CAR, de São Leopoldo (RS), que produziu uma carreta-barraca feita em chapa galvanizada. A KARMANN-GUIA fabricou os modelos RE 350, adequado para o camping familiar e o RE 1802-U, mais utilitário. Também a FAPINHA, de São Paulo (SP) e a TONI, de Itajaí (SC), produziram suas carretas. Porém, um dos modelos mais populares entre os freqüentadores de camping era a carreta-barraca CAMPING STAR, feita pela empresa de mesmo nome, então localizada no bairro da Lapa, em São Paulo (SP).

Reboques Campingcar e Toni.

A grande vantagem do reboque da CAMPING STAR é que a barraca vinha acoplada na própria carreta, facilitando, em muito, o processo de montagem, que podia ser feito em menos de meio minuto! Com a CAMPING STAR era bem mais fácil acampar, principalmente para quem não gostava de fazer força ou perder tempo armando a barraca. Podia acomodar até 6 (seis) pessoas.

Anúncio de novembro de 1982.

O uso de qualquer desses equipamentos torna a atividade de acampar mais prazerosa. Por isso, nada de comodismo. Acampe. E vá de Fusca. Você estará mais próximo da natureza, mais próximo de sua família, mais próximo de seu besouro! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário