Fusca

Fusca

quinta-feira, 4 de julho de 2019

FRISOS NOS VIDROS

Até 1950 o Fusca saía de fábrica SEM os frisos nos vidros, ou melhor, nas borrachas dos vidros. Assim, um Fusca 1950 não tinha friso no pára-brisa, no vidros traseiros, nos vidros laterais e, tampouco, nas pestanas dos vidros das portas. Isso se aplicava tanto à versão Luxo/Exportação quanto o modelo Standard. 

A partir de 1951, o Fusca Luxo ganhou um friso de alumínio apenas  no pára-brisa, emoldurando a borracha. Para fixação do adorno, a borracha deve possuir uma cava para seu encaixe, além de um pequeno arremate para unir as extremidades do friso.

Os vidros laterais e o traseiro (ou vigia) continuaram sem o friso. Essa configuração perdurou até outubro de 1952.

Somente a partir do lançamento do Zwitter, ocorrido em 1º de outubro de 1952, o Fusca Luxo passou a ser produzido com os frisos em todos os vidros. A versão Standard, ao contrário, continuou a ser montado sem os frisos. Essa configuração perdurou até 1986, exceto o Fusca Pé-de-Boi.

O Pé-de-Boi fabricado entre 1965 e 1970 não tinha os frisos nos vidros.

Também o Fusca Itamar (1993-1996), em qualquer versão, saia de fábrica sem esse adorno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário